Sobre o ” E se”.

Já faz um tempo, estávamos eu e duas grandes amigas minhas conversando sobre um tema que faz parte da vida de muitas pessoas assim como faz parte da minha e devo dizer que é algo difícil de se livrar, é algo que nos torna medrosos perante uma situação, onde devemos fazer uma escolha, estou falando daquele famoso “e se?”.

Então o que temos é aquele ideal de pessoa que SE fossemos, seriamos mais amados, mais reconhecidos etc. E a partir dai criamos aquele universo paralelo, onde enxergamos como nossas vidas poderiam estar SE as coisas fossem diferentes. Então nós criamos esse ideal de ego, realidade, caminho e ideal de vida.

O ideograma de caminho é composto de outros 3 sub ideogramas, o primeiro ideograma, é o espaço geográfico, caminho é algo que me conduz do ponto A ao ponto B, sem esse espaço eu não posso caminhar, o segundo aspecto é o caminhante, para que exista um caminho, preciso de quem caminha, preciso de alguém que percorra essa distância entre dois pontos. E o terceiro ideograma é o ato de caminhar, se o caminhante ficar parado nesse espaço entre dois pontos, ele é um ponto, no meio de um espaço geográfico. – Flavia Melissa.

Não existe um caminho pré-existente antes que alguém o percorra, o caminho é construído conforme nós o percorremos. Não existe uma realidade paralela que diz que as coisas poderiam ser diferentes SE…

Esse é o aqui e esse é o agora, de certa forma, quando utilizamos o SE, estamos nos torturando por antecipação, como se não tivéssemos mais escolhas. Ainda estamos percorrendo nossos caminhos, ainda estamos em natural mudança, evolução e movimento.

Veja bem, SE você não trilhou esse caminho, então esse caminho não existe, e foi você quem decidiu fazer com que esse caminho não existisse. Depois de um tempo, alguns minutos aliás, você já começa a tortura mental. E SE eu tivesse feito aquilo? Para saber, você precisa fazer, você precisa tentar, você precisa ” SER o caminhante que percorre o caminho entre dois pontos.” – Flávia Melissa.

  • Rejane Leopoldino
Anúncios

Um comentário em “Sobre o ” E se”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s