É que discorrer sobre um tema como esse só me é possível em dias específicos.

Deve haver algum campo da psicologia que explique o porque das relações paternas ou maternas terem tanta ligação com a vida afetiva/sexual dos seus filhos quando (pré) adolescentes, jovens, por assim dizer. Experiências traumáticas sofridas na infância tais como o abuso, violência, agressão ou abandono por parte de um dos (ou dos dois) pais geram consequências como a frustração sexual, atração por estereótipos tóxicos de seres humanos, submissão, repressão sexual, dificuldade em desenvolver relacionamentos duradouros e a constante busca pelo prazer individual (masturbação excessiva).

Pois, se Clarice hoje fantasia com um estereótipo de homem que possui uma sutil embriaguez, total desprezo pela vida e que vive com um pé na cova e uma corda ao pescoço, pode-se dizer que é porque na infância presenciou na sua própria casa uma ou duas tentativas de suicídio associadas à uma grave depressão e a ingestão de grandes doses de álcool, além de uma frequente violência doméstica.

Mas isso é dar uma justificativa razoável ao trauma. Não abrange totalmente todos os aspectos perturbadores que o circula. Há uma infinidade de motivos que podem ter levado Clarice à se sentir atraída por homens que são sua própria ruína e destruição.

– Rejane Leopoldino

 

 

Anúncios

2 comentários em “É que discorrer sobre um tema como esse só me é possível em dias específicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s