Essa é apenas uma das formas da própria sexualidade virar um tabu para si mesma.

Quando você diz para a sua filha de 12 anos que ela é uma “vadia” ou uma “puta”, você a ensina a se reprimir sexualmente desde a infância e a negar qualquer possibilidade de um desenvolvimento sexual saudável. Saiba que no futuro ela sentirá falta de conversar sobre sua sexualidade com alguém, e conversará com amigas tão desinformadas quanto ela quando na verdade, deveria estar conversando com você.

Daí ela vai se informar mal, e cairá na ideia medíocre que o próprio orgasmo não é fundamental, e sim, objeto de constrangimento.

– Rejane Leopoldino

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s